vinhos

Como escolher um vinho na loja ou supermercado

Sempre escuto a mesma frase: “Não entendo nada de vinhos, e sempre que preciso comprar uma garrafa me atrapalho”. Esse é um dos principais problemas para quem quer acertar num jantar.

Quando temos sorte, achamos vendedores mais solícitos que estão dispostos a ajudar. Mas quando isso não acontece, precisamos ser práticos e objetivos sem perder muito tempo com a escolha, porque é muito fácil fazer confusão nas prateleiras gigantes dos supermercados ou das lojas de vinhos. Nessas segundas é um pouco mais fácil comprar, pois sempre há um sommelier por perto.

Mas há uma forma muito prática de não errar.  Estas são as ferramentas que eu usei na minha fase inicial, depois de ter errado muito, por isso estou compartilhando minha experiencia pessoal.

Qual é o valor máximo que o seu orçamento permite gastar?

Para um jantar com 3 ou 4 serviços, a medida recomendada é 500ml (entre todos os vinhos por pessoa). É uma porção generosa, costuma dar certo sempre por aqui.

Dica: vinhos muito baratos, de R$ 25 a R$ 50, tendem a ser muito simples, e de rápida passagem por madeira. Não digo que sejam ruins, mas dependendo do paladar de seus convidados, pode ser frustrante. Conheço vinhos corretos entre R$ 40 e R$ 50, mas não espere grandes expressões.

Tipo de vinho

Se você fizer um jantar íntimo para no máximo 8 pessoas, poderá fazer uma escolha acima da média fazendo um pequeno potpourri de três rótulos: um para entrada, prato principal e sobremesa. Dou mais dicas sobre isso no post “Vamos harmonizar?”.

Você sabia que é muito mais fácil acertar com vinho branco? Sim. O vinho branco é um coringa para abrir o jantar.  Experimente fazer uma harmonização com uvas brancas como Sauvignon Blanc e/ou Chardonnay na entrada, siga com um tinto e termine a sobremesa com um Late Harvest, vinho do porto ou espumante Demi-Sec.

Aplicativos e pontuação

 Você se baseia em aplicativos para escolher? Se a sua resposta for sim, aconselho que reveja esse ponto. Aplicativos são para que você possa ter uma lembrança dos rótulos que bebeu e colocar os valores, mas nem sempre ajudam na escolha. Ali você tem muitas opiniões que fogem da realidade, e nem sempre fornecem informações fidedignas.

A pontuação é a melhor opção para que possa ser um “guia” na sua compra.

Aqui vai um pequeno resumo:

No esquema de de 0 a 50 pontos, esses são os principais referenciais que podem te ajudar:

– Wine Spectator  (muitas vezes identificada pela sigla, WS): https://www.winespectator.com/

– Wine Enthusiast (WE): https://www.winemag.com/

– Decanter (DE): http://awards.decanter.com 

– Robert Parker (RP), crítico:  https://www.robertparker.com/

– James Suckling, crítico:  https://www.jamessuckling.com/

– Guia Descorchados (DS, que cobre vinhos argentinos, chilenos e uruguaios): https://www.guiadescorchados.cl

É uma opção que requer algo mais que 30 ou 40 minutos para que você possa navegar nos respectivos sites e ter uma noção básica de quais vinhos se destacaram e, ao mesmo tempo, pesquisar valores na internet.

Excepcionais – 96 a 100 pontos

Excelentes – 90 a 95 pontos

Muito bons – 80 a 89 pontos

Médios – 70 a 79 pontos

Abaixo da média – 60 a 69 pontos

Inferiores e inaceitáveis – 50 a 59 pontos

Reunindo essas três dicas e investindo seu tempo para pesquisar um pouco mais a fundo essas dúvidas, você pode encontrar vinhos excelentes e que estejam dentro do seu orçamento para um jantar. Não esqueça de nos seguir nas redes sociais para mais sugestões de vinhos!

Como escolher um vinho na loja ou supermercado 1

Como escolher o vinho

COMPARTILHAR ESSA POSTAGEM

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Fechar Menu
Solicite aqui cupom de frete grátis para as regiões de Porto Alegre, SC e Interior do RS
×
×

Carrinho